Tradutor

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Defesa do Evangelho !

Em último lugar, o avivamento tarda porque roubamos a glória que pertence a Deus. Reflitamos um pouco sobre essas palavras de Jesus: “Eu não aceito glória que vem dos homens”. “Como podeis crer, vós os que aceitais glória uns dos outros, e contudo não procurais a glória que vem do Deus único?” (Jo 5.41,44.) Chega de toda essa autopromoção nos púlpitos. Chega de tanto exaltar “meu programa de rádio”, “minha igreja”, “meus livros”. Ah, que repulsiva demonstração carnal vemos nos púlpitos: “Hoje, temos o grande privilégio...” E os pregadores aceitam isso; não, eles já o esperam. (E se esquecem de que só estão ali pela graça de Deus.) E a vaidade é que, quando ouvimos tais homens pregar, notamos que nunca ficaríamos sabendo que eram tão importantes, se não tivessem sido apresentados como tal.

Em breve eu junto com Rodolfo Abrantes estarei abrindo um sorteio de 2 Cd's e 2 Dvd's do mesmo. Nao fique fora dessa, fiquem atentos !!! Lol. Sorteio sera aberto para pessoas de qualquer lugar do mundo !!!


sábado, 16 de novembro de 2013

Não me deixe.

Onde quer que eu vá, o amor me alcançará. Não é questão de desejá-lo apenas, é questão de estar pronta pra tê-lo. Um amor que me constrange, um amor que me faz ser leve, e o chão que piso já não é tão perceptível. Aliás, tudo nesse mundo tornou-se ignorável. Cabe a mim ignorá-lo mesmo. E me refugiar naquele amor. A luz que me ilumina, a vida que me traz. Eu quero mais, mais do teu amor, mais atenção, mais tudo que provém de Ti. Com teus olhos em mim prosseguirei, e tenho certeza que eu estarei em um lugar melhor um dia, um lugar muito melhor... e eu verei o que os olhos não viram, e ouvidos ainda não ouviram. És o motivo da minha alegria. Não há no mundo algo que se compare a o que reservas pra mim. E mesmo que houvesse, não me seria útil. Não olharei apenas suas mãos, mas preciso de Ti perto de mim. É quem me faz sorrir até quando as lágrimas rolam de meus olhos, e mesmo que erre, traia, e seja infiel para contigo, tu permaneces quem sempre foi, e ainda assim me ama. Suave é teu consolo, teu perdão. Jogarei fora o que não já não me importa. A suficiência que encontrei aqui onde estou é acima de tudo. Algo me diz que não mudará. E se mudar, correrei de novo, e de novo, e de novo para ti, como os rios descem das montanhas desesperados ao encontro de muitas águas, marcando os caminhos que corta, tornando belo, trazendo vida. Quero levá-lo comigo. Em teus conselhos descobri as verdades sobres meus dilemas baratos, encontrei-me no meio do meu deserto, tenho a fonte que não seca, e estaria pronta pra qualquer coisa. Sou forte porque És forte. É um abrigo em meio a escuridão. Me dá luz, me faz ser luz. Apaixono-me cada dia mais, e ai de quem tentar me afastar de Ti. Não vá embora, cuide de mim. Eu preciso da tua voz todas as manhãs, e do seu carinho ao longo do dia. E a noite, preciso do teu abraço, da sua paixão. Desejo-te. Farei o que for preciso pra vê-lo. És meu, todo meu. Não me deixe. O que seria sem ti? Não importa. Eu te quero, eu te tenho, e já te tranquei em mim. 
E ele lhes disse: Qual dentre vós será o homem que tendo uma ovelha, se num sábado ela cair numa cova, não lançará mão dela, e a levantará?
Mateus 12:11